Sexta-feira, 15 de Abril de 2005
Finalmente o Blog
Há algumas semanas que se vinha tornanda cada vez mais presente e intensa a vontade de fazer este blog.
Não porque tivesse muita coisa a dizer sobre coisa nenhuma, mas porque tenho muitas pequenas coisas e dizer sobre tudo, porque as mulheres são mesmo assim, analíticas e opinativas, ou, para os mais experimentados na matéria, simplesmente incapazes de deixar passar uma oportunidade de se manifestar...
Este não é um blog político, não é um blog poético, não é um blog artístico, não é um blog cultural, nem um blog de discussão... Aliás, quando um amigo me perguntou, durante a longa cruzada que foi escolher o nome do dito (blog, não amigo), o que queria eu ver discutido no meu blog, a resposta foi óbvia e imediata: "coisa nenhuma!".
Não é um fórum, tanto mais que por cá nem gostamos muito de pessoas, só daquelas que não conseguimos evitar amar...
Neste blog serão colocadas (tipo prateleira, porque são para ver e não mexer) ideias, comportamentos, acontecimentos e efemérides. Mas também serão gastas longas horas e espaço cibernético para a exaustiva análise de futilidades e banalidades...
Criar o Mel e Cicuta foi uma aventura desde o primeiro dia, na qual contei com a preciosa ajuda de alguns amigos, os do costume, que arregaçaram mangas na árdua tarefa de encontrar um nome."Cicuta" foi sugestão de um amigo, e "Mel" uma contingência da vida.
O resto será amplamente perceptível com a actualização diária (ou quase).
Já está!


publicado por Laura Abreu Cravo às 18:20
link do post | comentar |

Comentários:
De Alexander Bonapart Clust a 18 de Abril de 2005 às 15:02
No duche de hoje,
De mãos na parede e de olhos fechados,
As gotas cantavam uma melodia doce:
Ka...sh...mir...ci...cu...ta...mel...
Ka...sh...mir...
Os vapores subindo como nevoeiro denso,
As gotas descendo no meu corpo molhado:
Mel...com...ci...cu...ta...
Quase dormi...quase sufoquei:
Ka...sh...mir...Ka...sh...mir...
Bateram à porta e zanguei-me
— não é novo —
Só por saber que lá fora há vida.

ABC


De rapaz_caleidoscopio a 17 de Abril de 2005 às 22:40
" Tendo vivido a vida inteira abrigado da chuva impediu-me de a compreender.
Preciso do caos para sobreviver,a ordem confunde-me.Atrofia-me o pensamento.

(-Quando penso como tudo poderia ser diferente...)

Na verdade nunca desejei algo que nao me fosse anteriormente concedido.O prazer,a felicidade,a aventura,a glória,o amor...

(-Rasga-me o peito e entra em mim por essa janela...)

Quando penso o que somos e como é curta a nossa existência.O Homem nunca estará preparado para ser eterno,para isso criou os Deuses..Sublime traição.O Homem morre,a obra vive..

(-Sentes-te bem ai?Chega-te mais perto do meu coraçao e ouve o que ele te diz)

Tendo vivido a vida inteira abrigado da dor impede-me de a aceitar..
Encontro-me,perdendo-me.Investigo-me,fugindo.Fingindo nao compreender.Nao me prendo.Nao me invento e nada criei.

(-Porque me persegues?Porque vieste esta noite?E essa musica...)

Pensando amor visualizo dor.Penso paz e vejo guerra.Alucinaçôes colectivas.Senso comum.Bem universal.
Falam de sonhos mas condenam quem sonha.
Não consigo deixar de sonhar.

(-Ficas para sempre?Que bom..)

Tendo vivido a vida inteira com o amor impediu-me de o reconhecer..."


A minha primeira contribuiçao... beijos.


De Elaine de Astolat a 15 de Abril de 2005 às 18:00
Bom,depois de apedrejar o Cristo, cuspir na sopa e bater na avózinha a seguir, porque não criar um Blog, eheheh!

Fico, diariamente, para ver :)


De Alexander Bonapart Clust a 15 de Abril de 2005 às 17:58
É contra ti que luto
Não tenho outro inimigo.
Os impérios que conquisto
Nas vontades que apago humanamente
São só o efeito
Do veneno que me deixa tão dormente.

Queria ser um contra-baixo
E ser meloso e discreto no som,
Mas o meu destino é outro,
É ser mais alto e mais raro:
Afogas-me nesse veneno
Até não saber respirar.

ABC


De Goldmundo a 15 de Abril de 2005 às 13:38
"Já está" é sempre uma coisa boa :)


De Ithaki a 15 de Abril de 2005 às 11:23
UINNNNNNNN !!! MANAMANAAA !!! FIX KASHMIR !!! ADORÁMOS O PRIMERIO POST !!! MUITO IMPOSITIVO :-P FORÇA !!!


De Hugo Alves a 15 de Abril de 2005 às 11:04
Agora fico à espera de ver o que vai sair daqui ;)

Vai! Força! Avante! ;)


De Obscure a 15 de Abril de 2005 às 10:59
Parabens Amoro pelo teu blog!!
Passarei a vir ca todos os dias :)**

Isto são páginas envenenadas de uma Mulher que Adora Homens, devora-os e continua a devorá-los até encontrar Um que a devore a Ela, como ela merece ser devorada!

HIHIIHIHIH

MARADO


De Pedro Rapoula a 15 de Abril de 2005 às 10:31
Finalmente o Blog. O TEU Blog! E a parte do mel eu confesso que dispenso... Essa será só para nós, amigos, em privado. O que eu venho procurar aqui é mesmo a cicuta, o veneno, algo que me ajude a ultrapassar a mediocridade que me rodeia!
Vou vir cá frequentemente, aviar umas dosezinhas de veneno para destilar por aí...
E não te esqueças de não morder a língua... Pode ser fatal!


De Cicuta a 5 de Maio de 2008 às 14:15
Acho piada ao nome pois era o nome do meu blog logo no começo ... Depois mudei.
Está muito bonito e tem artigos lindos, para não falar da escolha da fotos que é muito boa .



Comentar post

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds