Segunda-feira, 30 de Maio de 2005
Sexo e a cidade... Lição n.º 4
Os homens traem por instinto, as mulheres por convicção.
Já tentei discutir este assunto com vários homens e mulheres, ninguém me soube responder satisfatoriamente a esta questão existencial.
Acho que a traição é mais grave quando praticada por uma mulher... Os homens traem por instinto primário, pelo puro prazer da caça e da sedução, pelo jogo, independentemente de qualquer característica singular do objecto que leva a consumação da traição...
Já com as mulheres, a traição é, por regra, um acto reflectido, provém de uma cuidada (e muitas vezes sobre-analizada) ponderação de sentimentos, de prós e contras, de uma análise de culpa e de risco, e de um extenuante processo de racionalização onde tem lugar uma pormenorizada análise comparativa das características, quer do objecto desejado, quer do objecto a trair.
Assim, não pode deixar-se de, em nome das mais antigas e aclamadas teorias penalistas, considerar mais gravosa a traição intelectualemente reflectida que só as mulheres acolhem...


publicado por Laura Abreu Cravo às 14:15
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Há um ano que sinto saudades
Não me viciam as substâncias, nenhuma delas, seja qual for o sabor ou efeito, mas viciam-me as pessoas... Não dependo de cigarros, de chocolates, de qualquer outro químico, mas dependo crua e profundamente das pessoas de quem não consigo evitar gostar...
Há amigos para todas as ocasiões, amigos de uma vida inteira, amigos para circunstâncias específicas, amigos com quem se partilha interesses específicos (diametralmente opostos como o jazz, a política, a arte, a literatura ou o futebol...) E há também aqueles que sempre estiveram ali, já nem sabemos porquê...
Há um ano que já não estás ali, e tenho saudades, daquelas que dão dor física... deve ser o que muitos descrevem como sintoma de privação... eras, é és ainda, porque não consigo acreditar que te foste, realmente, um amigo viciante...


publicado por Laura Abreu Cravo às 10:50
link do post | comentar |

Quarta-feira, 25 de Maio de 2005
É que é já a seguir II
Não pode deixar de , no mínimo, intrigar os mais avisados, que o aumento de impostos tenha sido estrategicamente apresentado "já, já a seguir" à vitória do Benfica que deixou o páís em euforia e dias antes de umas mini -férias nacionais...
Até com a chegada do verão tiveram sorte... O tuga vai, literalmente, afogar as mágoas por ter sido afogado em impostos numa qualquer praia com bandeira azul a categoricamente borrifar no país político...


publicado por Laura Abreu Cravo às 12:18
link do post | comentar | ver comentários (1) |

É que é já a seguir...
Se a memória não me falha, o Senhor Dr. Jorge Sampaio pôs um par de patins ao executivo de Santana Lopes, espancando mortalmente a criatura da incubadora, em nome da estabilidade do país, que o presidente tinha plena convicção de periclitar com o governo anterior.

Ora, acho muito bem...!

Meses depois da legislativas que trouxeram o socialismo de volta ao poder, a economia floresce, e estabilidade é matéria na qual somos líderes mundiais, senão vejamos:
(i) os impostos que não iam aumentar acabaram de atropelar a classe média tipo cilindro;
(ii) a política de contenção de Manuela Ferreira Leite, tão criticada pelos socialistas, com morte anunciada, vamos a ver, faz todo o sentido;

A diferenças em relação ao anterior executivo prendem-se eminentemente com assumpção de responsabilidades políticas... Nunca vi Manuela Ferreira Leite ficar calada que nem um rato quando colocava uma bomba no colo das famílias portuguesas...!

E querem estes senhores o benefício da dúvida?

É que é já a seguir...!!!!

publicado por Laura Abreu Cravo às 12:04
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Quarta-feira, 18 de Maio de 2005
Tenho a sensação que caminho sempre nessa...
TWO roads diverged in a yellow wood,
And sorry I could not travel both
And be one traveler, long I stood
And looked down one as far as I could
To where it bent in the undergrowth;


Then took the other, as just as fair,
And having perhaps the better claim,
Because it was grassy and wanted wear;
Though as for that the passing there
Had worn them really about the same,


And both that morning equally lay
In leaves no step had trodden black.
Oh, I kept the first for another day!
Yet knowing how way leads on to way,
I doubted if I should ever come back.


I shall be telling this with a sigh
Somewhere ages and ages hence:
Two roads diverged in a wood, and I-
I took the one less traveled by,
And that has made all the difference.



Mr Robert Frost

publicado por Laura Abreu Cravo às 17:06
link do post | comentar | ver comentários (3) |

"America is the only country that went from barbarism to decadence without civilization in between. "

Oscar Wilde

publicado por Laura Abreu Cravo às 16:15
link do post | comentar |

Terça-feira, 17 de Maio de 2005
Aviso à navegação
Já um amigo me tinha falado disto, dizendo que tinha um amigo que tinha visto, e eu achei, genuinamente, que se tratava de mito urbano, daqueles que há sempre alguém cuja tia-da-prima-da-vizinha jura a pés juntos que viu, com os olhos "que a terra há-de comer"...
Mas, EU VI MESMO, uma senhora de idade (adoro esta categoria de senhoras), dentro do seu automóvel, conduzindo colada ao volante e ao pára-brisas (como se quer), com o colete fluorescente VESTIDO!
Alguém tem de explicar às pessoas de idade que estes coletes novos não fazem parte da indumentária obrigatória para a Primavera-Verão 2005...


publicado por Laura Abreu Cravo às 10:57
link do post | comentar |

Segunda-feira, 16 de Maio de 2005
Sexo e a Cidade - Lição n.º 3
É técnica e objectivamente impossível, para uma mulher que se preocupe com o seu aspecto, e padeça do mal da "pele mista"(v.g. aquela que não é seca nem oleosa, e portanto, não é coisa nenhuma, senão um molho de bróculos dermatológico), cumprir um horário de trabalho que inicie às 9:00 (pois, é verdade, dizem que já há mundo lá fora até mesmo antes dessa hora(!)...).
Senão vejamos: para além de toda a bricolage matinal, a gaja que tem "pele mista" (não meninos, nada a ver com queijo e fiambre...) tem de seguir os seguintes passos:
(1) Limpeza da pele com o sabonete especial para peles deste tipo;
(2) Utilização de tónico exfoliante;
(3) aplicação de primeiro hidratante, especial para as zonas mais secas, mas que só se pode aplicar nessas, sob pena de transformar a cara numa bola de sebo (argh...!);
(4) aplicação, nas restantes zonas, de um hidratante mais fluido, que previna a oleosidade e provoque o efeito mate (nada a ver com potenciar tendências homicidas...);
(5) aplicação de hidratante especial para contorno dos olhos (porque a malta já não vai para nova)...
De tudo isto se retira o seguinte:
(i) Não é facil ser-se uma profissional de sucesso quando o tipo de pele não ajuda;
(ii) seria muito útil delimitar todas estas distintíssimas zonas do rosto (talvez tatuar fronteiras entre umas e outras... )
(iii)Tenho uma leve desconfiança de que os tipos que garantem que preciso mesmo de todos estes tipos de cremes me estão a dar uma monumental tanga, mas quem se atreve a desafiar a fé nos deuses do olimpo da cosmética???


publicado por Laura Abreu Cravo às 12:21
link do post | comentar |

A Família Benfiquista sustém a respiração
Durante estes quase dois meses de blog consegui conter-me, e não o pintar com mais cores, porque achei que o laranja das politiquices e o negro do meu humor seriam, já de si, bastante indicativos de uma data de coisas...
Mas como resistir à onda vermelha que assola o país?
Desde sempre me lembro de ser benfiquista, de ir à bola com o pai, que me explicava, através de diversas teorias inatacáveis do ponto de vista científico, que ser benfiquista era inevitável, e decorria de uma lei universal...
E desde então me mantive, benfiquista, e assim assisti, sentada nos seus joelhos, a duas finais da taça dos campeões europeus, e, mais tarde, ao declínio da águia... A paixão pela bola, a pura noção de pertença e lealdade absoluta à família benfiquista, juntamente com o facto de gostar do meu wisky só com gelo, edificam o meu lado maria-rapaz...
A onda vermelha chegou devagarinho e, neste momento, milhões de pessoas sustêm a respiração até Domingo, e acreditam...acreditam muito !


publicado por Laura Abreu Cravo às 11:12
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Sartre, eu e um amigo...
"O Inferno são outras pessoas ao pequeno-almoço."

Bem vindo à Blogosfera,
HBR...

publicado por Laura Abreu Cravo às 11:04
link do post | comentar |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds