Sábado, 30 de Setembro de 2006
Choque tecnológico - decorrências
Ver o nosso passado "a chamar" no visor do telemóvel.

publicado por Laura Abreu Cravo às 20:06
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Ele queria saber como deixar de amá-la. Bastava olhá-la com atenção. De perto.


publicado por Laura Abreu Cravo às 19:57
link do post | comentar |

Sexta-feira, 29 de Setembro de 2006
Previsões para os próximos dias
Céu encoberto de nuvens de fastio. Possibilidade de ocorrência de trovoadas secas.


publicado por Laura Abreu Cravo às 17:56
link do post | comentar |

Na jukebox mental

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente
Fez-se do amigo próximo, distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente
Elis Regina - Soneto De Separação A.c Jobim/v. Moraes


publicado por Laura Abreu Cravo às 15:58
link do post | comentar |

Era tão audaz que fugia dos problemas que já tinha, só para poder encontrar outros ainda maiores.


publicado por Laura Abreu Cravo às 12:34
link do post | comentar |

Artes decorativas (2)

A cor preta sugere: silêncio, morte, poder, misérias, maldade, pessimismo, tristeza, negação, dor, opressão, angústia, rock, introspecção e favorece a auto-análise. Quando brilhante, confere nobreza, distinção, elegância, masculinidade.

Associação material: sujeira, sombra, enterro, noite, fumaça, morto, fim, coisas escondidas

Quem não vem cá a casa jantar de certezinha são os senhores da Wikipédia...


publicado por Laura Abreu Cravo às 00:28
link do post | comentar |

Boas vindas
À minha Ithaki de todas as horas. Agora também na Blogosfera.
Politics and prose para consumo diário.


publicado por Laura Abreu Cravo às 00:23
link do post | comentar |



publicado por Laura Abreu Cravo às 00:03
link do post | comentar |

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006
Guia Lonely planet - Território: feminino (2)
A mania insuportável que as mulheres têm de querer ser (as) únicas. De só gostarem das comparações das quais saem a ganhar (e, naturalmente, apenas e se mundo inteiro souber disso). De não quererem ver as suas histórias na mesma estante das outras histórias. De não gostarem de ser ordenadas por cronologia ou alfabeticamente, nem por autor, tema ou sequer idioma.


publicado por Laura Abreu Cravo às 23:57
link do post | comentar |

Memo to self
Antes do derradeiro suspiro, espetar um tabefe ao porteiro lá do prédio. hoje faltou-lhe "um bocadinho assim".


publicado por Laura Abreu Cravo às 23:54
link do post | comentar |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds