Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007
A jarra
“(...) Além disso, esta última parecia tão estúpida como bela. Embora recém-chegada, era habitualmente convidada para certos serões por causa dos seus faustosos vestidos e do penteado mais próprio para uma exibição. Convidavam-na como um adorno, à maneira de um quadro, de um vaso, de uma estátua e de um abafo que se pede aos amigos para uma reunião nocturna.(...)”

Fiódor Dostoiévski, O Idiota


publicado por Laura Abreu Cravo às 17:15
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Da conquista da inimputabilidade
“—Tive a honra de o explicar no último serão, vou repeti-lo para Vossa Excelência. Queira ter em consideração que toda a gente tem espírito e eu não tenho. Para me compensar, consegui licença para dizer a verdade. Todos sabem, com efeito, que só os pobres de espírito dizem a verdade. Alem disso, sou muito vingativo, tudo por causa da minha falta de espírito. Suporto com humildade todas as ofensas, enquanto o ofensor não resvala na adversidade, mas ao primeiro sinal da sua desgraça, recordo a afronta que me fez, vingo-me, escoucinho, como disse um dia de mim Ivan Petrovitch Ptitsyne, o qual, com certeza, nunca atirou coices a ninguém. (...)”

Fiódor Dostoiévski, O Idiota

publicado por Laura Abreu Cravo às 17:14
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Um post bastante longo e que, ponderados os prós e os contras, se calhar nem vale a pena ler.

[A melhor versão conhecida de Summertime, mais nossa do que todas as outras, roubada daqui]

A gerência tem recebido alguns e-mails de leitores mais fiéis que se queixam de estar francamente enjoados de ver (os mesmos) sapatos cada vez que abrem esta página. Imunes que somos aos lamentos corporizados pela vox pupuli não podemos, contudo, deixar de regressar, com manifesto e rasgado agrado, à comunidade bloguística depois de prolongada ausência por lesão (não é verdade, mas soa bem).
Nestas semanas não deixámos de acompanhar com atenção os acontecimentos do momento e confessamos mesmo ter alguma inveja dos que tiveram oportunidade de escrever sobre Gualter* (a nova estrela do panorama político nacional) ou outros assuntos igualmente apaixonantes como o falecimento do Barão Stefan von Breisky.
Para desgosto do meu querido Tiago, também eu não me pronunciarei sobre a morte recente de EPC (nem , nem aqui) e por uma razão muito simples: porque acho que se deve respeitar os mortos (e os que ficam e lhe são próximos) o que implica que, quando não se tenha nada de bom (e , in casu, nem sequer de realmente mau) a dizer sobre o falecido, mais vale estar calado do que perder o tempo de quem escreve e lê, vomitando umas banalidades para o papel para cumprir calendário.
No que respeita à blogosfera não posso deixar de destacar o meu blogger preferido desta época balnear, o correctíssimo Diogo, que fez (com a ironia inteligente que lhe conhecemos) o 31 da Armada, enquanto grande parte de nós abandonou vilmente a casa para ir a banhos.
Ainda no cumprimento da minha lista de recados, uma palavra a estas duas meninas, para dizer que Londres é a capital do mundo ocidental com pior sapato de que há memória. [Oito dias, dezassete livros, dois vestidos, um casaco, chás de todas as espécies, produtos de cosmética variada (e estupidamente cara), prendas para vários gostos e feitios e nem um (reparem, nem um) par de sapatos].
E, sobre as férias, mais se dirá no correr dos dias próximos, sobre uma Londres chuvosa com tanto de sombria como de glamorosa e um regresso com excesso de bagagem para encontrar uma amigdalite que nos levou à cama e um drama quase conjugal com a caprichosa TV Cabo.
E, por falar em multimédia, seremos nós os únicos a sentir-nos traídos pela FNAC do Chiado — uma espécie de “mercearia global para assuntos culturais”— que aproveitou a ausência para férias do grosso da clientela habitual para mudar tudo e transformar aquilo que era um espaço organizado e user friendly num gigantesco molho de brócolos onde só por bênção aleatória da fortuna se consegue encontrar o cd/livro/dvd pretendido e apenas com recurso à coacção física (ou violento bater de pestanas) se logra finalmente ouvir um cd?

*Para que fique claro, o facto de alguém apresentar-se pública e repetidamente com aquele penteado, relega, à partida, um ser humano para a categoria de “não-assunto” pelo que nos absteremos de tecer qualquer comentário adicional sobre a questão de fundo até que o cidadão dê provas de ter frequentado um bom barbeiro.



publicado por Laura Abreu Cravo às 16:38
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007
Plano de viagem (ou até já)


publicado por Laura Abreu Cravo às 18:44
link do post | comentar | ver comentários (3) |

Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007
O Blogue reclama, ditoso, a atenção de outros tempos. O Mac, aberto sobre a secretária encostada à janela, queixa-se, altivo, da negligência a que tem sido sujeito. Tantos serões partilhados, tardes intermináveis de preguiça, languidez e confidência. Na última semana antes das férias a rotina dos dias dá lugar à precipitação dos preparativos e à tentativa hercúlea de fechar todos os assuntos pendentes, mesmo os sem solução possível. Por ironia da criação, naturalmente, surgem assuntos novos e inadiáveis, clientes desesperados e carentes de aconselhamento, contrapartes difíceis que arrastam os pés. E tudo isto, enquanto se imprimem mapas, visitam sites das sapatarias mais próximas do lugar de destino, adquirem medicamentos, guias e outras inutilidades.
Este Blogue entra hoje de férias e ruma, dentro de 4 dias, para semear o pânico nas ruas de Londres. Os mais afectos a rotinas podem ir passando por cá, sem compromisso e até Setembro, pouco Mel e ainda menos Cicuta. Há coisas boas lá fora.



publicado por Laura Abreu Cravo às 14:45
link do post | comentar | ver comentários (5) |


Os baús estão arrumados, a secretária imaculada, os livros para as viagens postos de parte, o i-pod teve selecção actualizada com direito a novidades e peças de antiquário sonoro e o gato que não temos tem o número de telefone do japonês colado no frigorífico para qualquer emergência. Dentro de algumas horas abandonaremos o teclado e esta janela com vista serena para o Agosto lisboeta.


publicado por Laura Abreu Cravo às 14:36
link do post | comentar |

Na Jukebox mental
Uns Senhores que vão comigo para férias: Interpol, NYC.

publicado por Laura Abreu Cravo às 14:35
link do post | comentar |

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007
A conservative girl cannot walk in someone else’s shoes.(3)


publicado por Laura Abreu Cravo às 16:02
link do post | comentar |

A conservative girl cannot walk in someone else’s shoes.(2)


publicado por Laura Abreu Cravo às 15:55
link do post | comentar |

Terça-feira, 7 de Agosto de 2007
A conservative girl cannot walk in someone else’s shoes.


publicado por Laura Abreu Cravo às 11:43
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds