Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

 

Há Assuntos para arrumar e malas por fazer antes deste blogue poder ir estender-se ao sol e mergulhar nas águas temperadas do atlântico durante o fim de semana. Obrigada ao Delito de opinião, pela hospitalidade (em especial à Ana e ao Pedro), e à Carla, que partilha (mais esta) das minhas paixões. Agora, se me dão licença, vou só ali encher-me de valiums, porque a cicuta não se dá bem com aviões. Aliás, em conversa com um amigo, concluímos que há quem tenha mais medo de andar de avião do que de ir à televisão falar frente a uma infinidade de pessoas; o que só prova que o medo da morte remota consegue ser bastante superior ao medo do ridículo mais provável. 


publicado por Laura Abreu Cravo às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Quinta-feira, 28 de Maio de 2009
Vão desculpar-me

 

Mas o melhor do mundo não são as crianças.



publicado por Laura Abreu Cravo às 09:56
link do post | comentar | ver comentários (11) |

Quarta-feira, 27 de Maio de 2009



publicado por Laura Abreu Cravo às 12:23
link do post | comentar | ver comentários (1) |

O dia amanheceu como se tivesse mesmo de ser de felicidade, impondo-se um céu azul sobre o Tejo deitado aos nossos pés no fim da rua comprida. No sentido inverso da amálgama de gente, reconheci a rapariga gótica que me vende sapatos, o austríaco simpático dos brunch de Sábado que acena indistinta e afirmativamente a qualquer frase que se lhe dirija em português, o rapaz do quiosque onde compro os jornais. A vida corre pacata e morna, sem as inquietações de outros tempos, entre planos e projectos e expectativas. Dois rapazes discutem animadamente os planos para a final da champions league logo à noite, as manchetes dos jornais oferecem-nos bocados do espectáculo de Oliveira e Costa no parlamento e, de forma algo turva, continuo a ver Marinho Pinto aparecer entre o empedrado da rua vomitando disparates. Passo por tudo, desatenta, sem que me apeteçam pessoas e sol e a comunhão dos que assistem ao futebol. Sem a justificação que as nuvens melancólicas ofereciam, chega a culpa de não se estar tão feliz como as circunstâncias exigem. Os católicos arranjam sempre uma razão qualquer para estarem em falta para com mundo. Raios nos partam.



publicado por Laura Abreu Cravo às 11:39
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Segunda-feira, 25 de Maio de 2009
No armário



publicado por Laura Abreu Cravo às 18:42
link do post | comentar | ver comentários (3) |

Sexta-feira, 22 de Maio de 2009
50

 

Dos homens que mudaram algumas vidas. E tornaram esta melhor.

 



publicado por Laura Abreu Cravo às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (3) |

Quinta-feira, 21 de Maio de 2009
Você na TV

Sim, é verdade. Ontem à tarde fui entreter senhores reformados e beneficiários do fundo de desemprego com o tema “Mulheres na política: quotas ou mérito”? na mui aprazível companhia de Edite Estrela, José Adelino Maltez, e do nosso Henrique Raposo. À parte de todas as razões racionais — temos apresentações em powerpoint prontas a distribuir aos interessados — apresentadas para que qualquer mulher de bom senso prefira entalar os 10 dedinhos das mãos na porta de um jipe em vez consentir num sistema de quotas, lembrei-me de um episódio delicioso que aconteceu há pouco mais de um ano, quando a mãe de um amigo próximo lhe pediu que me levasse como companhia para um jantar semi-formal que ia acontecer lá em casa. Nas palavras da doce senhora, embora não se percebesse grande coisa daquilo que eu dizia (foi uma fase em que li 4 Agustinas de seguida), eu compunha lindamente uma mesa. Há imenso mérito em compor universalidades, mas não deixa de se ser uma jarra.



publicado por Laura Abreu Cravo às 12:42
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Elogios para incluir no CV

Ele disse-lhe que ela tinha uma enorme amplitude vocabular.



publicado por Laura Abreu Cravo às 11:56
link do post | comentar |

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
Até ao fim

Quando me informam que alguém de quem nunca gostei tem uma doença grave (ou mesmo terminal), não sou invadida por qualquer espécie residual de alegria, mas também não sou capaz de mudar aquilo que sentia por essa pessoa antes de receber a dita informação. Os nossos inimigos e animosidades devem ser tratados com a lealdade que se exige na guerra. A pena deveria (como a tortura) estar proibida pela convenção de Genebra. Na adversidade (mesmo que só dele), odiar o outro como em todos os dias até ali; deixar a compaixão para os que sempre gostaram dele, e ser, assim, até ao último momento, fiel ao conflito que ambos promoveram.



publicado por Laura Abreu Cravo às 14:22
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Quarta-feira, 13 de Maio de 2009
Doces 90

Lembro-me que, na escola secundária onde andei (como em todas as escolas secundárias dos ínicios dos anos 90) havia um grupo de metaleiros altamente rebelde e respeitado entre os mais novos. Eram os improváveis irmãos Barreto cujo nome de família denunciava as origens betas e dava cabo da estatística grunge. Quando olhava para aquela tribo, de calças elásticas e t-shirts temáticas, perguntava a mim mesma que músicas estariam a ouvir nos Walkman Sony que traziam sempre ligados. Imaginava os típicos cânticos guturais de adoração a demónios (tanto mais porque se vivia na altura a agitação daquele rapaz de Ílhavo que resolveu despachar a família toda num agradável fim de tarde). Um dia, a turma do mais novo dos irmãos partilhou com a minha turma a aula de trabalhos manuais. Olhei para o rapaz e perguntei o que estava a ouvir. Estendeu-me os headphones. Era o Sangue Oculto, dos GNR. O mesmo que eu ouvia com entusiasmo há semanas, mas que, para movimento metaleiro me pareceu um bocado pífio e normopata. Mais estranho do que aquilo, só se estivesse a ouvir Maria Guinot. Desde então, nunca mais consegui olhar os bad boys da mesma maneira.



publicado por Laura Abreu Cravo às 14:53
link do post | comentar |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds