Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010
E já que falámos do sagrado instituto do matrimónio

Quantos daqueles senhores simpáticos e anónimos que vieram cá dizer que eu devia ser excomungada e ostracizada pela Igreja Católica por defender o casamento civil e adopção de crianças por casais homossexuais é que estão dispostos a ter uma conversinha franca sobre o adultério, hun?

Bem me parecia.

É que eu vou precisar de parceiros para o Bridge quando estiver a arder no Inferno por não querer discriminar pessoas pela sua orientação sexual, está bem?

 



publicado por Laura Abreu Cravo às 10:29
link do post | comentar | ver comentários (15) |

Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010
Manual de procedimentos

 

Sir Humphrey: "With Trident we could obliterate the whole of Eastern Europe."

 

Jim Hacker: "I don't want to obliterate the whole of Eastern Europe."

Sir Humphrey: "It's a deterrent."

Jim Hacker: "It's a bluff. I probably wouldn't use it."

Sir Humphrey: "Yes, but they don't know that you probably wouldn't."

Jim Hacker: "They probably do."

Sir Humphrey: "Yes, they probably know that you probably wouldn't. But they can't certainly know."

Jim Hacker: "They probably certainly know that I probably wouldn't."

Sir Humphrey: "Yes, but even though they probably certainly know that you probably wouldn't, they don't certainly know that, although you probably wouldn't, there is no probability that you certainly would."



publicado por Laura Abreu Cravo às 15:11
link do post | comentar |

Os trastes como bitola

Não amamos os nossos na singeleza do seu valor intrínseco. Amamos os nossos ainda mais cada vez que (propositadamente ou por acaso) os comparamos com os outros.



publicado por Laura Abreu Cravo às 14:51
link do post | comentar |

Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010
E campanhas para reciclar isto, não há?

De um homem que se relegou à absoluta indigência emocional por falta de coragem e excesso de acomodação não se pode exigir bravura nas demandas. Mas devia, pelo menos, poder-se esperar alguma higiene na discussão. O mundo tem demasiado lixo em forma de gente.



publicado por Laura Abreu Cravo às 16:48
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Vi-a, pesada, a atravessar a rua. Trazia no semblante a marca de não sorrir há muito tempo, os maxilares cerrados. Tinha tudo para sorrir. Menos a vontade.



publicado por Laura Abreu Cravo às 16:42
link do post | comentar |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds