Terça-feira, 4 de Julho de 2006
-Estou...?
-Olá. sou eu.
-Quem?
-Eu. Estás bem?
-Estou.
-Não estás nada. Estás triste...
-silêncio
-Estás a chorar?
-Não. Estou só cansada.
-Eu conheço-te. Quando estás cansada dormes. Ou resmungas. Não choras.
-Posso ter mudado...
-Tu não mudarias. Nunca. Nem que a tua vida dependesse disso.
-Está bem. Estou triste.
-Infeliz?
-Não. Só triste.
-Porquê?
-Foi só um dia mau.
-Os dias maus irritam-te. Não te entristecem.Vais contar-me o que se passa?
-Está bem. Então não estou triste. Estou irritada.
-Quando estás irritada não choras. Vais contar-me o que se passa?
-Não.
-Já não confias em mim?
-Nunca confiei. eu só abdicava disso.
-Tens mesmo de ser cruel?
-Isso não é verdade.
-Odeio quando usas essa expressão. As coisas não deixam de ser verdade só porque não são aquilo que queres delas, porque não correspondem ao reflexo da tua vontade.
-Mmm... Andaste a ler o quê?
-Não sejas snob.
-Porque é que ligaste?
-Para saber de ti. Mas já vi que não me vais dizer nada.
-silêncio
-O que estás a ouvir?
-Coltrane e Davis.
-Não admira que estejas neurótica. Passas o dia a ouvir tipos que morreram ou estão heroinómanos.
-Vai passear.
-Estás a chorar?
-silêncio
-Desculpa.
-Porquê?
-Por tudo. Por ter ligado hoje. Por não ter ligado das outras vezes. E ainda por ter ligado noutras em que não devia.
-Isso não tem desculpa possível. Mas não importa. Tu não precisas da redenção para viver.
-Lá vens tu com essas tretas. Estou a tentar fazer as pazes.
-Nós estamos em paz. Se me deixares eu estou em paz.
-Desisto. Estás ácida demais.
-Já desisitiste há muito tempo. E eu sempre fui assim.Um beijo.
-Não vens mesmo?
-Desta vez não.
-Um beijo.

publicado por Laura Abreu Cravo às 12:12
link do post | comentar |

Comentários:
De R. a 6 de Julho de 2006 às 04:37
"Todos temos momentos de fraqueza, é preciso é que eles não deixem marcas. Sobretudo, que não deixem testemunhas." (Miguel Sousa Tavares)


De Out of Time a 4 de Julho de 2006 às 23:27
Não sei se é verdade ou se é ficção, mas que prende prende.


De Laura a 4 de Julho de 2006 às 20:01
Ora adivinhe lá.


De Morgado Louro a 4 de Julho de 2006 às 16:36
Isto é ficção? Quase fere...


Comentar post

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds