Terça-feira, 17 de Julho de 2007
Entretanto, na mesa ao lado
Numa discussão azeda, ela disparava em todas as direcções, sem pudores ou contemplações mínimas que não as estritamente impostas pela da educação que excluíam o recurso ao vernáculo e a alteração do tom de voz. Não bramia acusações, limitava-se a manusear friamente os factos e a enumera-los como rajadas de tiros de armas semi-automáticas. Sempre com um sorriso a meio caminho entre a troça e a perversidade.
[Ele] – Mas de onde é que retiras todas essas conclusões sobre mim? Sabes que não deve haver no mundo albergue suficientemente grande para a quantidade de maldade e peçonha que me atribuis. Porque é que achas que tudo o que faço é necessariamente mal intencionado?
[Ela] – É simples. Penso em mim, nos meus defeitos, nas minhas falhas de carácter. E imagino qual teria sido o resultado se tudo em mim tivesse falhado.


publicado por Laura Abreu Cravo às 16:04
link do post | comentar |

Comentários:
De Manuel Martinho a 17 de Julho de 2007 às 19:09
Sempre me desconcertou a capacidade que as mulheres têm de dizer as coisas mais crueis do mundo aos homens que amam.


Comentar post

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds