Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mel Com Cicuta

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room. William Hazlitt

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room. William Hazlitt

Mel Com Cicuta

29
Mar06

(2) My Funny Valentine

Laura Abreu Cravo
A cada reencontro ela tinha uma nova desilusão.
Acabava, invariavelmente, a olhar o mar e repensar todos os porquês. Construia esquemas mentais que justificavam as atitudes medíocres dele e racionalizavam as suas cobardias. De cada desilusão e dor profunda nascia uma teoria mais sólida e elaborada, todas o desculpavam, por uma ou outra razão.
Era a natureza dele. Ele dizia, e ela acreditava. Porque queria desesperadamente acreditar. tinha de haver uma justificação racional para continuar à espera.
Foi formatada para não acreditar em chavões nem clichés. Para desprezar as mulheres que se deixavam agredir e manobrar. Vive de acreditar que não precisa senão de si para ser feliz, e que a sua competência e capacidade lhe bastam, como armas para enfrentar o mundo.
O grande mal das mulheres ardilosas é que conseguem enganar até a si mesmas, melhor que os outros conseguiriam. Ele enganou-a muitas vezes, mas ela ajudou em todas elas. Era contra si que deveria ter lutado.
Em todos os outros homens com quem se cruzou foi encontrando defeitos, que apontou e sentenciou... mortalmente. Nenhum certamente tão grave comos os que ele tinha.
Por ele permitiu-se atropelar algumas das suas convicções mais fortes. Perdoou-lhe maldades que recusou sequer assumir que existiam, mesmo quando essas maldades a olhavam nos olhos com sorriso trocista.
Durante noites a fio chorou até adormecer, na maior parte das vezes, de raiva, dele e de si mesma.
Mas nunca se foi embora sem antes acabar calmamente o seu Wisky... com muito gelo. A única coisa que ele lhe dava sem exigir que, em troca, ela abdicasse de ser quem é.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Laura Abreu Cravo

Em@il

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2005
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D