Quinta-feira, 5 de Abril de 2007
Reflexão quaresmal
Deus nos dê a presença de espírito e a sagacidade necessárias para distinguir os que são apenas primários dos realmente primatas.


publicado por Laura Abreu Cravo às 19:05
link do post | comentar |

Sobre rapazes
As raparigas queriam que eles servissem o vinho, que fossem delicados e atentos, que fizessem piropos. Mas os rapazes tinham outras ideias em mente.

É isso mesmo, Pedro. E otras cositas más.


publicado por Laura Abreu Cravo às 18:57
link do post | comentar |

Quarta-feira, 4 de Abril de 2007
Naquele momento, alheada pelo pungente contrabaixo e fixando o chão lustroso, lembrou-se que não gostava de rosas vermelhas.



publicado por Laura Abreu Cravo às 12:39
link do post | comentar |

Terça-feira, 3 de Abril de 2007
Chá preto bem forte


E isto aqui em cima, até fazer o chão tremer. (E sabem bem o que fazer com os bons dias melosos e enérgicos). </p>

publicado por Laura Abreu Cravo às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (1) |

The Call (2)

[Librairie Shakespeare & Co, 37 Rue de la Bucherie, Paris]


publicado por Laura Abreu Cravo às 11:59
link do post | comentar | ver comentários (1) |

The Call
[Mark Rothko, Black on Maroon 1959, Tate Modern]


publicado por Laura Abreu Cravo às 11:40
link do post | comentar |

Segunda-feira, 2 de Abril de 2007
Cartão-Postal (com destinatário)

[Bellagio - Lago di Como]


publicado por Laura Abreu Cravo às 14:22
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Posologia
Episódios recentes chamaram a minha atenção para uma nova geração de medicamentos. Começa a ser comum a prescrição de fármacos “de toma única”. Para quem, como eu, se perde constantemente no verdadeiro labirinto de anti-inflamatórios (de 6 em 6 horas), antibióticos (de 8 em 8 horas), mais os antipiréticos (de 4 em 4) — acabando, invariavelmente por passar o dia a correr para tentar compensar as tomas perdidas, esquecidas ou (quase) intencionalmente falhadas por me ter deixado dormir durante a noite— esta nova modalidade aparece como uma significativa evolução civilizacional.
Evolução esta que seria, muito pertinentemente, extensiva às relações humanas. Ao longo da nossa jornada enquanto obras do Criador cruzamo-nos com todo o tipo de pessoas. Muitas delas não tornamos a ver por mera e normal decorrência das circunstâncias, outras voltam a cruzar-se no nosso caminho sem que isso dependa da nossa vontade, e, nos piores casos, sem que o possamos evitar.
Alguns seres humanos com quem me cruzei são seres humanos de toma única: aparecem por uma qualquer razão, fazem sentido naquele momento, têm efeitos na nossa vida, mas não há qualquer razão para a constância, a permanência ou reiteração da sua presença. Trazem demasiados efeitos secundários e a insistência no consumo desrespeitando as contra-indicações poderá acarretar doenças de origem medicamentosa. Humanidade de toma única por oposição àqueles cuja eficácia depende, como numa qualquer pílula anticoncepcional, da disciplinada noção de que precisamos deles todos os dias.


publicado por Laura Abreu Cravo às 14:02
link do post | comentar |

Antes da guerra contamos as armas e, depois dela, os corpos. Nas relações procedemos, primeiro, à contagem dos corpos e, no fim de cada uma, à contagem das armas.


publicado por Laura Abreu Cravo às 13:27
link do post | comentar |

Laura Abreu Cravo
Em@il
Na Jukebox Mental

Pesquisar
 
Outros Venenos
31 da Armada
Revista Atlântico
Últimas Entradas

O Mel Com Cicuta acabou

Dos princípios vergados a...

Da falta de saídas profis...

O rei da selva

Vamos lá falar de coisas

O primeiro dia do nosso V...

A Corte

...

Por Deus, façam cerimónia...

Vai haver muita foto nest...

Arquivos

Outubro 2011

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

blogs SAPO
Subscrever feeds