Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mel Com Cicuta

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room. William Hazlitt

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room. William Hazlitt

Mel Com Cicuta

03
Ago07

...

Laura Abreu Cravo
Sempre apreciei a amargura enquanto registo literário. A capacidade de manusear as palavras e extrair delas o efeito que têm as pedras atiradas -- gratuita e raivosamente-- em actos selvagens e inexplicáveis como a lapidação. Mas a técnica (audaciosa e muito mais difícil do que, à partida, possa parecer) só funciona se devidamente alicerçada numa sólida dose de genialidade. A amargura dos medíocres não é mais do que uma tentativa parola e estaticamente tosca para disfarçar o despeito dos solitários. Um pateta, por mais literato que seja, não se pode dar ao luxo de ser amargo.
03
Ago07

A realidade ultrapassa o blogue

Laura Abreu Cravo
Não raras vezes ouvi dizer que a realidade (a vida) ultrapassa a ficção. Até aqui, nada de surpreendente. É claro que ultrapassa a ficção. O melhor e mais inventivo criador (e só se for mesmo bom) não logrará ser mais do que um aprendiz do Argumentista que, algures lá em cima (ou noutro sítio, se o leitor preferir, para que não se sinta ferido em eventuais militâncias e susceptibilidades não-católicas) se vai servido de cada um de nós como peões para distrair as suas tardes que, ao que consigo imaginar, são como se fosse sempre Domingo.
O livre-arbítrio, essa bonita e colorida parcela do existir, é ínfimo perto da imensidão do que nos é posto diante dos olhos, sem que possamos, de facto, exercer poder de escolha, esse que alardeamos e tomamos nas mãos como às rédeas de um cavalo bravio e que não é mais do que uma cedência que o Argumentista nos faz enquanto nos olha complacentemente e nos vai movimentando num tabuleiro de boas e más decisões ou se levanta para ir ao frigorífico buscar um chá gelado.
Como quando éramos meninos e, no jardim, com o nariz quase colado ao chão, nos divertíamos a condicionar os percursos dos carreiros de formigas.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Laura Abreu Cravo

Em@il

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2005
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D